segunda-feira, 19 de março de 2012

"RECOMENDAÇÃO MÉDICA" Diário dos Gambas 5 - por Áureo Moraes e Feijão

Diário dos Gambás V

Como seria natural, boa parte das his(es)tórias em torno da GamBarzeira têm relação com líquidos. Afinal, o ambiente é uma verdadeira fonte. A croniqueta a seguir não foge à regra. E como diz o Feijão, não é piada, é mesmo "venérea".
Num belo domingo de sol, pela manhã, como é normal, sempre um cliente acompanha a abertura do bar -  que só abre após às 10h mesmo que a sede bata invariavelmente, antes. Mas a fidelidade compensa a espera.
Neste dia dois fregueses já estavam esperando: o Casinho, que dispensa apresentação e o Joca, um autêntico freguês amigo, de bom papo, ex torneiro mecânico e atualmente funcionário do BB, onde, aliás, nuca deixa de arrumar as "roscas espanadas" de alguns clientes. E é daqueles que, em qualquer situação tem na ponta da língua algumas tiradas oportunas.
Bar aberto, os dois se aproximam do balcão. O Casinho pede uma "catuleta" e senta em uma banqueta na companhia do Feijao. Já o Joca pede uma dose de Whisky, pra "amaciar", mas, curiosamente, deixa o copo no balcao e senta-se numa mesa mais distante, próximo à sacada do bar e ali permanece sem dizer uma palavra.
O Casinho, muito perceptivo, como requer sua profissão, continuou no bate papo futebolistico, saboreando sua gelada e brindando com o Feijao e sua agora, inseparavel coca zero. (Nota do Tradutor: durante o brasileirão de 2011 ele chamava a bebida de "coca avai" pois o time nao saia daquela zona).
O tempo passando, o Esporte Espetacular na tela, a Neide fritando bolinho e Joca lá na mesa, imóvel, com os olhos fixos no balcão, mirando o seu copo de Whisky, que àquela altura já parecia água, em função do tempo de degelo... E ele ali... paradinho, sem dizer e nem fazer nada.
O Casinho não resistiu. Curioso como seu curió, virou-se para o Joca e falou:
_ amigo, o teu copo tá aqui no balcão derretendo. Não vais beber?
_ a vontade é grande Major. - respoondeu Joca. - Mas o senhor não se preocupe, que eu tou seguindo orientação médica.
_ e qual motivo? perguntou Casinho.
_ o Joca, sarcástico, não titubeou: - O doutor pediu que eu me afastasse do alcool.

Nenhum comentário:

Postar um comentário